quarta-feira, 25 de junho de 2008

Santa baderna

Os evangélicos foram piquetar na porta do Congresso Nacional, mais conhecida como casa de loucos.
Parece que esse mó vi mento foi combinado há umas semanas atrás. Se não me engano o Silas (não aquele, mas esse) pediu no seu programa de tv, que-era-pecado-assistir-mas-agora-não-é-mais, que todos os crentes comparecessem.

Leio na Folha que se trata de um movimento contra a criminalização da homofobia (diga rápido essa frase se for capaz).

Sinceramente, não tenho mais saco para manifestações, sejam quais forem. Erguer estandartes, marchar e gritar em uníssono palavras de ordem (o povo, unido, jamais será vencido; você aí parado, também é explorado; arroz, feijão, saúde e educação - pelo menos era mais ou menos isso que se proclamava nos idos anos 70 e 80), tentar chamar a atenção, não dá mais para mim.

Por outro lado, admiro quem ainda tem essa disposição para dar a cara para bater.
Aprendi, após duras penas, que idealismo não paga as minhas contas.

Alienado? Hum, talvez. Cínico? Ah, nem tanto.

Até acho que essa coisa de ir preso por xingar uma cara de bicha não é legal. O que será de nós, heteros, de não pudermos xingar um cara de viadinho(*)? Já pensou se o sujeito é mesmo? Pode-se, sendo aprovada a lei, ir preso.

É, a coisa está mesmo invertida. Como já dizia o sábio Falcão:

O homem nasce sem maldade em parte nenhuma do corpo
O homem é lobo do homem
Isso explica a veadagem congênita e a baitolagem adquirida!

Porque homem é homem, menino é menino, macaco é macaco e viado é viado

Veado = é o animal campeiro, eu disse, campeiro
Viado = homossexual - não o sabão para as partes pudentas

Um comentário:

Carmen disse...

Wesley, ainda bem que ainda tem gente com coragem de defender as suas idéias... e as nossas, por tabela!
Abraços,
Carmen (www.cronicasaoentardecer.com.br)